Câmara vota por unanimidade abertura de processo de CPI contra vereadores presos

NO AR

CABA NÃO MUNDÃO com Hailton Freitas

TOP 5

1

Pulei Na Piscina

Guilherme e Benuto
2

Asas

Luan Santana
3

Alô Ex Amor

João Bosco e Gabriel part. Humberto e Ronaldo
4

A Vida É Um Rio

Raffa Torres
5

Encontro de Erros

Pixote

ENQUETE

O QUE VOCÊ GOSTARIA DE OUVIR NA ONDA SUL?

FACEBOOK

TEMPO VILHENA

 


Data: 01 de Fevereiro de 2017

Câmara vota por unanimidade abertura de processo de CPI contra vereadores presos

Na noite desta terça-feira, 31, foi realizada sessão extraordinária da Câmara de Vereadores que tinha como pauta central a votação para decidir abertura ou não de processo de CPI para apurar se os vereadores Junior Donadon, Carmozino Alves e Vanderlei Graebim devem ter seus mandatos cassados.

O Secretário da mesa diretora Rafael Maziero fez a leitura da petição pública protocolada pelo advogado Caetano Neto, onde é feito pedido para cassação dos vereadores que se encontram presos. De acordo com o documento, a presunção de inocência não se aplica mais aos vereadores diante da materialidade encontrada no processo de investigação, bem como os diversos pedidos de habeas corpus negados pela justiça.

De acordo com o documento apresentado à Casa de Leis, os atos dos vereadores citados “fere de morte” o agente público que de uso de seu cargo promoveu atos de corrupção.

Após a leitura da petição pública, o vereador Rafael Maziero, fez a leitura do regimento interno da Câmara, onde se é citado os casos em que vereadores eleitos podem ser destituídos de seus cargos.

Em seguida o presidente da Câmara, Adilson de Oliveira, deu abertura a discussão sobre a abertura da CPI, sendo feito uso da tribuna pelos vereadores França Silva, Rafael Maziero e Samir Ali.

França Silva defendeu que a imagem da Casa de Leis seja recuperada, pois erros do passado estão afetando o presente. Ele destacou que se existe “uma sujeira debaixo do tapeta, nós vereadores somos obrigados a abrir essa CPI”.

Samir Ali destacou a necessidade da união entre os vereadores, que todos juntamente com a assessoria jurídica para que seja tomada a decisão correta. O vereador defende que a Câmara represente a vontade do povo.

Fazendo uso da palavra, Rafael Maziero disse que os veadores não estão ali para julgar, mas para defender a dignidade da Casa de Leis.

 

Após o uso da palavra, o presidente da Câmara deu início a votação, onde os vereadores por unanimidade decidiram pela abertura da CPI.





FÃ CLUBE

Área do site reservada aos fãs da Rádio Onda Sul FM 94,9. Se você ainda não se cadastrou Clique Aqui para solicitar sua carteirinha gratuitamente, para participar das promoções exclusivas que só os fãs da Rádio Onda Sul FM têm.

CONTATO

(69) 3321-1130 Avenida Rio de Janeiro, 3986 - Setor 19 Vilhena RO
Billtech Engenharia de Sistema
Desenvolvido por Billtech, Buscazip & Guiaking © 2013 - 2020 Todos os direitos reservados