Tontura não é sintoma apenas de labirintite, explica otorrino

NO AR

Nativo e Sertanejo com Léo Corrêa

TOP 5

1

Zé da Recaída

Gusttavo Lima
2

Só Pra Castigar

Wesley Safadão
3

Atrasadinha

Felipe Araújo part. Ferrugem
4

Notificação Preferida

Zé Neto & Cristiano
5

Sofazinho

Luan Santana part. Jorge e Mateus

ENQUETE

Você ouve o Programa do Mução na Rádio Onda Sul?

FACEBOOK

TEMPO VILHENA

 


Data: 14 de Setembro de 2018

Tontura não é sintoma apenas de labirintite, explica otorrino

Sintoma pode ter como causa inflamações, infecções, tumores ou até mesmo doenças neurológicas

É muito comum o paciente sentir tonturas e associar o incômodo a “labirintite”, mas na verdade, esse sintoma pode indicar outros problemas. Abaixo a otorrinolaringologista da Clínica Dolci, Ana Carolina Cassanti, explica quais são essas diferenças.

Labirintite: inflamação no ouvido interno, conhecido como labirinto, que pode comprometer tanto o equilíbrio como a audição e pode ser desencadeada por alguns fatores. “Podemos dividir as causas da labirintite em virais, que são causadas por infecções por vírus na boca, nariz e vias aéreas; as bacterianas devido ao apoderamento de uma bactéria no labirinto, muitas vezes ligada à meningite e fatores emocionais desencadeadas pelo estresse e ansiedade”, explica a especialista.

Entre os sintomas do problema estão: sensação de pressão e zumbido dentro do ouvido, dor de cabeça, náuseas e vômitos.

Tonturas: Essa perturbação do equilíbrio corporal é um sintoma de labirintite, mas também pode ter outras causas que vão desde diabetes, pressão alta ou baixa, anemia, problemas vasculares, neurológicos até cardíacos. “Por isso, o diagnóstico é fundamental para direcionar o tratamento e a medicação correta”, alerta a otorrinolaringologista.

Durante a fase de diagnóstico, o especialista poderá realizar o exame físico no paciente e, muitas vezes, solicitar exames complementares que ajudarão a elucidar a causa específica do sintoma.

 

“Vale lembrar que se alimentar a cada três horas, hidratar-se com aproximadamente 2 litros de água diariamente, não fumar, dormir bem e restringir o consumo de cafeína e alimentos que agem como estimulantes, como café, chá preto, chocolate, bebidas alcoólicas e até refrigerantes ajudam a amenizar os sintomas do problema,” finaliza Ana Carolina.

 

Foto: iStock

Fonte: Notícias ao Minuto





FÃ CLUBE

Área do site reservada aos fãs da Rádio Onda Sul FM 94,9. Se você ainda não se cadastrou Clique Aqui para solicitar sua carteirinha gratuitamente, para participar das promoções exclusivas que só os fãs da Rádio Onda Sul FM têm.

CONTATO

(69) 3321-1130 Avenida Rio de Janeiro, 3986 - Setor 19 Vilhena RO
Softwei Engenharia de Sistema
Desenvolvido por Softwei, Buscazip & Guiaking © 2013 - 2018 Todos os direitos reservados