RONDÔNIA: Polícia Federal deflagra operação na Terra Indígena URU–EUWAU–WAU

NO AR

Jornal Onda Sul com Adelino Lima

TOP 5

1

Zé da Recaída

Gusttavo Lima
2

Só Pra Castigar

Wesley Safadão
3

Atrasadinha

Felipe Araújo part. Ferrugem
4

Notificação Preferida

Zé Neto & Cristiano
5

Sofazinho

Luan Santana part. Jorge e Mateus

ENQUETE

Você ouve o Programa do Mução na Rádio Onda Sul?

FACEBOOK

TEMPO VILHENA

 


Data: 02 de Agosto de 2017

RONDÔNIA: Polícia Federal deflagra operação na Terra Indígena URU–EUWAU–WAU

Durante as investigações foram identificadas duas organizações criminosas especializadas em crimes ambientais, tais como furto qualificado de madeira, desmatamento de floresta pública, corrupção ativa e passiva e invasão de terra pública.

A Polícia Federal deflagrou nesta manhã (2/8), a Operação JUREREI com o objetivo de desarticular duas organizações criminosas que praticavam diversos crimes em detrimento da Terra Indígena URU-EU-WAUWAU e dos povos indígenas que habitam à referida área especialmente protegida.

Cerca de 180 Policiais Federais cumprem 78 mandados judiciais, sendo 19 prisões cautelares (preventivas e temporárias), 18 conduções coercitivas e 41 de busca e apreensão nas cidades de Campo Novo de Rondônia/RO, Buritis/RO, Monte Negro/RO, Ariquemes/RO, Governador Jorge Teixeira, Ji-Paraná/RO e Jaru/RO.

Durante as investigações foram identificadas duas organizações criminosas especializadas em crimes ambientais, tais como furto qualificado de madeira, desmatamento de floresta pública, corrupção ativa e passiva e invasão de terra pública.

As quadrilhas operavam dentro Terra Indígena URU-EU-WAU-WAU (TI) e do Parque Nacional dos Pacaás Novos (UC). Com quase 2 milhões de hectares, as áreas de preservação abrigam três grandes bacias hidrográficas da Região amazônica (As bacias Guaporé, Mamoré e Madeira).

A operação visa também evitar o confronto entre os índios URU-EU-WAUWAU e invasores. Polícia Federal, com o apoio da FUNAI, Ministério Público Federal/RO e da Associação de Defesa Etnoambiental – KANINDÉ (organização da sociedade civil de interesse público), desenvolveu ao longo de meses inúmeras ações para afastar conflitos entre integrantes do citado povo indígena e membros de uma das organizações criminosas sob investigação.

JUREREI é o nome dado pelos indígenas URU-EU-WAU-WAU aos povos indígenas isolados e resistentes à integração com o não índio que ainda habitam a Terra Indígena.

Informo que a coletiva de Imprensa será as 17h na Superintendência da Polícia Federal em Rondônia, em Porto Velho. O Ministério Público Federal confirmou presença.

 

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Rondônia/RO





FÃ CLUBE

Área do site reservada aos fãs da Rádio Onda Sul FM 94,9. Se você ainda não se cadastrou Clique Aqui para solicitar sua carteirinha gratuitamente, para participar das promoções exclusivas que só os fãs da Rádio Onda Sul FM têm.

CONTATO

(69) 3321-1130 Avenida Rio de Janeiro, 3986 - Setor 19 Vilhena RO
Softwei Engenharia de Sistema
Desenvolvido por Softwei, Buscazip & Guiaking © 2013 - 2018 Todos os direitos reservados