Entenda o que é o Pacto de Migração da ONU, que o Brasil abandonou

NO AR

Nas Ondas do Rádio com Cléo Louzada

TOP 5

1

Atrasadinha

Felipe Araújo part. Ferrugem
2

Infarto

Diego e Victor Hugo
3

Pronta pra Trair

Yasmin Santos
4

Solteiro Não Trai

Gustavo Mioto
5

Vingança

Luan Santana part. MC Kekel

ENQUETE

Você ouve o Programa do Mução na Rádio Onda Sul?

FACEBOOK

TEMPO VILHENA

 


Data: 09 de Janeiro de 2019

Entenda o que é o Pacto de Migração da ONU, que o Brasil abandonou

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que a decisão de abandonar o pacto foi motivada pela preservação dos valores nacionais

O Pacto Global para Migração Segura, Ordenada e Regular (GCM), conhecido como Pacto Global de Migração da ONU, é basicamente um conjunto de diretrizes visando a colaboração em questões migratórias. Não vinculante (sem caráter de lei), permite que os signatários continuem responsáveis por suas próprias políticas de imigração, mas aumentem a cooperação internacional sobre o tema.

 

Quantos países participam?

 

193 participaram da negociação no âmbito da ONU, mas 164 assinaram o documento, entre eles o Brasil.

 

Quem se recusou a adotar o pacto?

 

EUA, Hungria, Itália, Áustria, Polônia, Eslováquia, Chile e Austrália. O Brasil assinou, mas o governo Bolsonaro anunciou sua retirada do pacto.

 

O que o pacto prevê?

 

- O migrante que estiver irregular no país não poderá ser deportado imediatamente, mas terá de ter seu caso analisado individualmente;

- O migrante ilegal terá acesso a Justiça, saúde, educação e informação;

- Ficam proibidas deportações coletivas e discriminação na análise sobre a permanência ou não do migrante no país;

- A detenção de migrantes deve ser o último recurso e, caso seja necessária, deve ser o mais curta possível;

- Migrantes ilegais devem obter um documento de identificação.

 

Que objetivos o pacto recomenda?

 

- Obter melhores informações sobre a migração internacional;

- Minimizar fatores que obriguem as pessoas a deixarem seus países;

- Reduzir vulnerabilidades durante a migração;

- Combater o contrabando e o tráfico de pessoas.

 

Quais são as críticas ao pacto?

 

Vários países, como os EUA, argumentam que o documento é incompatível com sua soberania e suas decisões sobre política imigratória. Outros, como a Polônia e a Hungria, dizem que vai incentivar a migração ilegal.

 

Em sua conta nas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que a decisão de abandonar o pacto foi motivada pela preservação dos valores nacionais. "O Brasil é soberano para decidir se aceita ou não migrantes", disse.

 

Foto: SanderStock / iStok

Fonte: FOLHAPRESS





FÃ CLUBE

Área do site reservada aos fãs da Rádio Onda Sul FM 94,9. Se você ainda não se cadastrou Clique Aqui para solicitar sua carteirinha gratuitamente, para participar das promoções exclusivas que só os fãs da Rádio Onda Sul FM têm.

CONTATO

(69) 3321-1130 Avenida Rio de Janeiro, 3986 - Setor 19 Vilhena RO
Softwei Engenharia de Sistema
Desenvolvido por Softwei, Buscazip & Guiaking © 2013 - 2019 Todos os direitos reservados