Governo e IBGE trabalham para estabelecer novos limites dos municípios de Rondônia

NO AR

Jornal Onda Sul com Adelino Lima

TOP 5

1

Zé da Recaída

Gusttavo Lima
2

Só Pra Castigar

Wesley Safadão
3

Atrasadinha

Felipe Araújo part. Ferrugem
4

Notificação Preferida

Zé Neto & Cristiano
5

Sofazinho

Luan Santana part. Jorge e Mateus

ENQUETE

Você ouve o Programa do Mução na Rádio Onda Sul?

FACEBOOK

TEMPO VILHENA

 


Data: 08 de Novembro de 2018

Governo e IBGE trabalham para estabelecer novos limites dos municípios de Rondônia

O Mapa Rodoviário de Rondônia – DNIT 2013 já não contempla, com segurança, o conjunto das informações sobre os limites territoriais entre os municípios de Rondônia

Com problemas em suas definições territoriais, seus limites e extensão, fatores que têm influência direta no trabalho de formalização de suas políticas públicas, pelo menos 44 municípios já aderiram e firmaram o Termo de Cooperação Técnica com o Estado e Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), para atualização e consolidação do projeto da divisão político-administrativa dos municípios de Rondônia.

De acordo com o técnico Raony Lopes, especialista em políticas públicas da Secretaria de Planejamento (Sepog), este termo tem vigência de cinco anos, período em que os envolvidos – Estado e municípios – devem ter encontrado as soluções para suas demandas e conflitos de gestão, com a definição da responsabilidade de cada ente, de modo o cidadão não seja discriminado ou prejudicado em seus direitos, pela indefinição ou pela disputa desses municípios sobre seus limites.

O projeto da divisão político-administrativa em curso, que pode parecer uma medida simplória e de caráter meramente da rotina administrativa, na verdade, entre outros aspectos, tem importância vital para a gestão pública de cada município, eis que é com base nas informações sobre a extensão territorial, número de habitantes, estradas, meio de transportes (estudantil especialmente), serviços de saúde e educação, que se pode planejar a gestão para o atendimento a todas as demandas.

Ademais, é também com base nesses dados, e principalmente nos dados do contingente populacional que é calculado o percentual de participação dos municípios nos recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), que na maioria das vezes é o único suporte financeiro da maioria dos municípios para pagar sua folha funcional e fazer investimentos essenciais em infraestrutura urbana, na manutenção de sua malha rodoviária, e até nos serviços de saúde e educação, embora esses tenham definições orçamentárias específicas.

Com ações e reuniões de trabalho desde agosto, a previsão do grupo de trabalho do Estado é de chegar ao final deste exercício (dezembro) com as principais demandas solucionadas, a começar pela desinformação sobre os limites territoriais que envolve os municípios de Cerejeiras, Corumbiara e Colorado do Oeste, que têm dificuldades para estabelecer ou definir suas ações para o transporte escolar e até os serviços de saúde, dado a falta de conhecimento de seus limites, e por consequência de suas responsabilidades de gestão.

Situação semelhante foi constatada e solucionada com a interveniência do IBGE, para definição dos limites entre os municípios de Vilhena e Comodoro (MT), fato que vinha gerando conflito de interesse e até mesmo de soberania sobre o patrimônio – educação, saúde e estradas -, e que foi devidamente solucionado.

A outra demanda que a equipe pretende dar direção sob o comando da nova divisão político-administrativa do Estado de Rondônia é o estabelecimento dos limites do município de Nova Mamoré e seu futuro distrito Marechal Rondon, o que deve ocorrer também em relação às divisas entre os municípios de Campo Novo, Buritis e Nova Mamoré.

De acordo com Raony Lopes, o trabalho da equipe governamental neste projeto tem grandeza e dimensão considerável. Ele lembrou, por exemplo, da situação do município de Machadinho do Oeste que, com o advento da criação de outros entes em seu entorno, a exemplo do município de Vale do Anari, passou a exigir uma redefinição de seus limites, até para o estabelecimento das responsabilidades relativas a transportes escolar e outros serviços da educação, da saúde e de todo o conjunto da malha rodoviária da região, que nem mesmo os chefes dos executivos envolvidos têm informação correta do universo de suas responsabilidades.

 

A definição legal e o conhecimento dos aspectos político-administrativo, históricos, geográficos, sociais, econômicos e culturais de um povo e de uma nação são fundamentais também na formação de sua identidade e desenvolvimento.

 

Texto: Cleuber Rodrigues Pereira

Foto: Reprodução

Fonte: Secom – Governo de Rondônia





FÃ CLUBE

Área do site reservada aos fãs da Rádio Onda Sul FM 94,9. Se você ainda não se cadastrou Clique Aqui para solicitar sua carteirinha gratuitamente, para participar das promoções exclusivas que só os fãs da Rádio Onda Sul FM têm.

CONTATO

(69) 3321-1130 Avenida Rio de Janeiro, 3986 - Setor 19 Vilhena RO
Softwei Engenharia de Sistema
Desenvolvido por Softwei, Buscazip & Guiaking © 2013 - 2018 Todos os direitos reservados